Todos chega rio e sol vai adeus. Frio vê sol ir, salta fora água e vem tremer nós. Enfia garrinhas debaixo proteção nós e pêlos nós. Um dia eu triste calor proteção faz, agora, penso pouca. Quero mais. Não tem. Eu nunca sabe jeito ter coisa boa. Calor vem eu quer frio. Frio vem eu quer calor.

Água é ligeira. Cheiro fresco bom nariz eu. Todos avisa cheiro fresco muito bom, todos pequenos corre, grandes deita e descansa, poucos nós fica vigia. Cinza-Velho chega eu, manda eu dorme ou brinca. Eu diz eu forte, não criança. Eu vigia. É importante vigia nós. Perigos vem quando sol vai adeus. Lua é bonita, mas perigo ama ela.

Cinza Velho olha eu. Ele diz eu fraco, diz eu Menor-de-Todos, diz eu brincar pequenos. Eu diz mostrar Cinza-Velho eu forte. Cinza Velho bate eu, ele grande sobe eu. Outros grandes vem. Eles olha, eu tenta levanta Cinza-Velho. Ele grande mais que eu. Irmãos eu olha. Faz nada. Eu desiste. Eu diz eu menor e Cinza-Velho grande. Eu faz cabeça diz ele manda. Eu faz corpo diz eu fraco. Eu quero esconder de irmãos e de grandes. Eu deixa Cinza-Velho, deixa todos e eu vai longe. Frio não fora eu. Frio agora dentro eu.

Eu sozinho agora. Olha lua agora. Lua gorda. Eu pensa pele lua macia. Eu pensa pode ir lua, ela mais grande todos. Sol forte tem luz queima. Lua fresca mais grande que sol. Lua mãe eu. Lua pensa eu bom. Lua pensa eu não menor de todos. Eu fala lua. Lua ouve não. Ela longe. Eu fala lua mais alto. Outros fala lua com eu. Pequenos fala lua com eu. Todos pequenos fala lua. Cinza-Velho olha nós e briga nós, eu sai, longe todos, eu sai rio e vai árvores.

Floresta muito escura agora. Onde luz, agora sombra. Perigos ama sombra. Nenhum grande vigia aqui. Eu volta e olha. Vigia nenhum. Cinza-Velho diz eu pequeno. Diz eu não vigia. Diz eu chama grande. Diz eu sai e foge perigo. Não. Grande agora, eu fica. Eu vigia aqui.

Sons bons de vento árvore. Folhas bate elas folhas faz som bom. Galho geme faz som bom. Eu pensa outros. Irmãos. Eu não família outros. Mãe-eu lua. Eu nasce pequeno. Menor de Todos nome eu. Eu quer nome bom. Menor-de-Todos não nome bom. Menor-de-todos nome ruim faz eu dói.

Eu grande tamanho pequeno. Cinza-velho diz eu não vigia e não caça. Eu é grande. Todos pensa eu pequeno. Todos quer eu faz coisa pequeno. Eu quer faz coisa grande. Eu pensa coisas e olhos eu cansa. Som bom folhas faz olhos eu fecha. Escuro segura olho eu e puxa força. Escuro quer eu. Olho eu fraco. Eu vê tudo preto agora e pensa dia bom. Pensa dia eu tem coisa boa e todos pensa eu grande. Som bom folhas mostra eu dia bom e eu vê dia bom. Som bom ajuda eu dorme, ouve folhas e barulhos passos.

Passos.

Barulhos acorda eu. Eu levanta e grita passos. Grita perigo e Grita vem junto outros. Vem Cinza-Velho. Vem Muito-Dente. Vem Mancha-Branca. Vem Sangrado e grandes outros. Eu leva todos onde eu dorme. Todos olha perto eu. Perigo não. Cinza-Velho desconfia eu. Acha eu mente. Acha eu grita medo toda coisa igual pequeno. Eu diz ouve passo. Cinza-Velho vem eu e grita eu. Ele quer ataca eu e ensina eu. Todos quieto, espera Cinza-Velho ensina eu.

Todos ouve barulho passo. É perto.

Todos grita perigo. Mais fortes fica frente. Cinza-Velho volta rio e grita todos perigo. Grandes volta rio, fica poucos. Todos alerta.

Eu tenta fica frente. Muito-Dente manda eu volta pequenos. Eu não briga, eu faz vai mas eu fica. Fica atrás fortes, mas não junto pequenos rio. Não medo. Passos vem, perigo vem.

Uma coisa, não sabe coisa, anda mato e vem junto nós. Faz mato dança e faz barulhos passos. Eu sente cheiro nós. É um nós. Mas é cheiro ruim. Eu diz cheiro ruim, cheiro de um nós. Mancha-Branca alerta. Muito-Dente grita coisa cuidado. Sangrado é grande, ele forte. Vai junto outros e vai junto fortes. Sangrado medo, mas faz corpo diz forte. Sangrado quer coisa mas quer outra coisa. Vai. Vem. Ele medo olha eu, mas eu faz forte rosto. Sangrado faz rosto raiva eu. Sangrado faz cabeça diz eu quer é mais que eu é. Sangrado faz cabeça diz eu tenho vai pequenos. Sangrando vai grita eu.

Eu faz não vê Sangrado. Eu faz não ouve sangrado. Eu olha mato e grita coisa machuca ela. Muito-Dente grita machuca coisa se coisa vem. Macha-Branca grita e Sangrado grita coisa. Eu acha Sangrado grita eu. Todos diz machuca coisa. Som é fim. Não passos.

Muito-Dente olha dentro mato. Mancha-Branca olha fora mato. Coisa não. Som acaba. Eu ouve som rio e Cinza-Velho e pequenos e outros grandes. Ouve todos longe. Eu ouve som folhas bate elas folhas. Não som coisa. Não som passos. Mas eu sente cheiro. Cheiro de nós e outro nós. Ruim.

Eu diz cheiro, Mancha-Branca diz não cheiro. Muito-Dente diz não cheiro eu inventa. Sangrado olha eu. Ele medo, eu sei ele cheiro. Eu diz Sangrando cheiro. Sangrado vai e deixa nós. Diz cheiro não, mas eu sei ele cheiro. Eu grita Sangrado medo. Eu grita Sangrado quer eu não cheiro, mas eu cheiro. Muito-Dente vai Sangrado cheira. Muito-Dente diz cheiro medo Sangrado. Muito-dente diz eu ouvido bom. Diz eu ouve. Mancha-Branca deixa nós e vai junto outros.

Eu ouve folhas e rio. Eu ouve passos vai Mancha-Branca. Eu ouve Cinza-Velho manda pequenos longe. Eu ouve passos coisa e eu grita perigo.

Sangrado e Mancha-Branca alerta longe. Muito-Dente vem eu. Nós grita coisa nós machuca coisa e mata coisa se coisa vem junto. Coisa ouve não e anda nós. Muito-Dente olha lugar ele pensa coisa. Muito-Dente errado, coisa vem lado nós, eu ouve.

Eu grita coisa vem. Eu grita coisa naquele lugar. Muito-Dente salta, vira lado coisa. Coisa sai matos. Sombra coisa grande, sombra coisa mais grande que nós.

Lua mãe ajuda nós, manda luz coisa. Muito Dente vê coisa e eu vê coisa. É coisa nós. Coisa sangra. Coisa machucada. Coisa não coisa, coisa nós. Coisa rosto nós, pele nós, corpo nós. Ele, coisa, muito machucado. Um olho sangue. Um olho bom.

Ele, coisa, não fala nem grita. Ele respira ruim, ele vai adeus. Muito-Dente fala coisa fica. Ele, coisa, para e faz é fraco. Ele faz Muito-Dente manda. Muito-Dente sobe em ele. Diz eu manda. Ele, coisa, diz Muito-Dente não machuca ele, não morre ele. Ele, coisa, diz vem longe, diz sabe cheiro nós. Ele coisa quer rio e água e noite de olhos-de-escuro.

Cinza-Velho vem. Olha coisa machucado. Cinza-Velho vê Muito Dente manda ele, coisa. Cinza-Velho diz ele não mata coisa. Coisa forte vive, coisa fraca morre. Ele, coisa nós, faz é bom isso. Eu pensa ele alguma coisa ruim. Cheiro ele ruim. Eu quer palavra diz ele ruim, mas eu não sabe palavra.

Eu pensa eu sabe palavra e outros não ouve. Eu pensa eu fala ele ruim e outros não vai eu, outros vai ele coisa. Eu não fala.

Coisa passos fracos anda frente nós. Cinza-Velho frente ele. Eu vigia coisa. Muito-Dente diz eu Ouvido-Bom. Mancha-Branca diz eu Ouvido-Bbom. Eu quer é nome Ouvido-Bom. Eu feliz nome Ouvido-Bom. Cinza-Velho diz eu não obedece, diz eu pequeno e eu deita, mas eu fica. Muito-Dente diz eu Ouvido-Bom. Cinza Velho diz eu Menor-de-Todos. Eu vai, sai perto eles. Eu vai longe. Eu é pensa ruim nome Menor-de-Todos.

Todos vai junto coisa. Eles olha e cheira coisa. Nenhum outro cheira ele ruim. Eu cheira. Todos grandes e todos pequenos vai junto ele que faz de todos mais forte. Ele faz ele fraco. Ele faz ele não ruim. Todos bem. Eu quero ele vai adeus. Mas pequenos cuida ele, fêmeas cuida ele. Cuida machucados. Limpa ele. Eles não vê ele ruim, nem cheira ele ruim. Eu quer palavra diz ele ruim. Todos dá nome ele Olho-Só. Ele faz amigo todos. Ele é mato gosto bom, mas sai volta boca. Ele é fruta cheiro bom, mas dor ventre.

Lua sai mato no céu e vem ele, luz vem ele e nós todos. Eu sabe lua sabe ele ruim. Lua olha ele ruim. Ela mãe-eu. Protege eu de ele ruim. Lua acha eu não pequeno menor. Lua acha eu Ouvido-Bom. Todos vai deita. Poucos vai vigia. Eu quer não briga. Eu não vai fortes. Eu deita não pequenos, não grandes. Eu e Lua deita longe todos. Olhos eu cansa. Eu e lua e só. Olhos-de-escuro vem eu. Eu faz é não escuro.

Cinza-Velho vem todos. Cheira e vê todos. Ele vem eu e não vem. Ele não quer vem eu. Cinza-Velho pai eu, não vem eu. Menor-de-Todos não pai, não mãe. Só Lua mãe-eu. Cinza-Velho faz vem eu e não vem. Eu levanta e anda baixo. Vai rio. Eu olha e vê lua mãe banho água. Água banho lua espalha, pedaços lua, irmãos eu. Eu vê rosto eu, olhos eu, boca e língua eu. Eu grande pequeno. Eu quero grande. Todos diz eu mais menor, mas eu não pequeno. Eu vê orelha eu aponta céu. Boa orelha, Ouvido-Bom. Eu lambe água e bebe água. Eu ouve rosnado.

Eu procura rosnado. Coisa rosnado.

Coisa deitado faz dorme. Eu vê olho coisa acordado. Ele, coisa, rosna Cinza-Velho. Pai-eu ouve não. Eu, bom ouvido, ouve. Ele, coisa, vigia pai-eu. Sabe pai-eu manda nós. Ele, um olho, olha ruim. Eu quer palavra diz ele ruim. Eu pensa essa coisa ele olha eu. Um olho olha eu. Olho outro morto. Olho olha eu ruim. Olh- Só quer coisa ruim eu e pai-eu e fortes nós. Olho-só é ruim. Quer morte.

Eu caça cabeça e eu sabe palavra.

Olho só é mau.

E nós traz ele junto nós.

Comments

comments