Eu tenho literalmente duas opiniões sobre o filme Homem de Aço de Zack Snyder, diretor que, por coincidência, ou não, também divide minha opinião.  A primeira é a opinião fresca com o filme recém-assistido, e isso acontece sempre que assisto. A segunda é a que perdura e normalmente vem alguns dias depois de ter visto a obra mais uma vez.

Eu não revi tantas vezes assim.

A primeira é de adoração sublime e êxtase. Exagerado, mas real. O filme me envolve, principalmente na relação entre os kriptonianos e a figura do Superman (que, talvez propositalmente não é chamado assim no filme – nem no título). As cenas de ação condizem com a minha visão do nível de poder do personagem e a forma como ele se descobre eu acho muito bacana.

A construção do filme é boa, a estrutura é bacana. Quando me perguntaram sobre o filme assim que eu o assisti pela primeira vez eu dizia “como FILME é a melhor obra de herói que eu assisti no cinema” e talvez ainda concorde com isso. Não é cansativo, é dinâmico e tem seus momentos de reflexão e alguns brilhos dos quadrinhos que, claro, eu curto bastante. Acho mesmo que a proposta do filme foi apresentada nos posters e artes conceituais estava toda ali. Sem tirar nem pôr.

Dá pra esperar outra coisa com essa imagem?

Dá pra esperar outra coisa com essa imagem?

Então vem a minha segunda opinião que é a triste constatação, já repetida milhares de vezes pela internet, que “Homem de Aço” não é, e isso se evidencia em tudo que o cerca, um filme do Superman. Não estamos falando, ali, do ser que, mesmo alienígena, nos supera em humanidade. Não estamos falando do maior de todos os heróis cujo poder mais absoluto é a capacidade de auto-sacrifício. Não é mesmo o azulão. Ele sequer é azul o bastante.

manosboys

Eu esperava que esse clima levasse o filme pelo caminho certo 😀

Eu esperava que esse clima levasse o filme pelo caminho certo 😀

E eu vou me repetindo nessas opiniões. Assisto o filme e acho o máximo, então vai me fazendo falta o personagem que eu esperava ver e vão se evidenciando os problemas do filme pra mim e eu consegui, com o tempo, identificar 5 deles que são, a meu ver, os principais. Com isso eu teria dicas que salvariam o filme pra mim:

  1. Jor-el poderia ter efetivamente (e não apenas teoricamente) morrido em Kripton
  2. Jonathan Kent poderia ser uma pessoa melhor e mais humana
  3. Clark deveria ter mais empatia com os fracos – ele se fez de fraco a adolescência inteira.
  4. O Superman poderia, pelo menos, pensar em salvar vidas durante seu embate titânico. (nem que pra isso ele pegasse referência de Superman IV e fosse lutar na lua)
  5. Ele realmente não deveria ter matado o Zod.

Os outros erros são menor a meu ver e eu teria uma experiência melhor, porque ao menos manteria minha opinião sobre o filme intacta 3 dias depois de assistí-lo.

Comments

comments